VET - Animais Silvestres 2

Terapia com células-tronco em pets combate inflamação e dor

Cadela Nina participa de projeto Pets da Alegria em Ribeirão Preto - Foto: Reprodução/EPTV

 

O tratamento com células-tronco em animais de estimação tem se difundido no Brasil desde a sua regulamentação em outubro de 2020 pelo Conselho de Medicina Veterinária. A terapia de regeneração promete tratar diversos problemas, garantindo mais qualidade de vida aos pets.

 

MAIS NOTÍCIAS

A terapia celular foi a única solução efetiva para a cadela Nina, de seis anos, diagnosticada com displasia,uma espécie de malformações nas articulações que causa dor e dificuldade para caminhar. O problema a deixava extremamente irritada e apática, diferente da personalidade de um cão da raça Golden que adora brincar. 

"Eu percebi que ela tinha dificuldade para levantar. As patas da frente eram tranquilas, mas de trás tinha muita dificuldade. Ela é uma cachorra quieta e o Golden é um cachorro muito ativo. Tinha dificuldades ao subir escadas, corria pouco, parava de correr muito rápido e era reativa com outros cães. Procurava brigar com outros cães. Os cães chegavam perto para brincar, mas se encostasse ela ia ter dor, ia se defender e brigava", disse a tutora Patrícia Acrani Silva.

Antes de iniciar a terapia com células-tronco, Nina foi submetida ao tratamento convencional com o uso de anti-inflamatório e sessões de fisioterapia. Sem o remédio, no entanto, Nina não teve evolução e foi quando a tutora decidiu partir para cirurgia.

"Não é uma cirurgia que fica para sempre. A gente já sabe que, com o tempo, os nervos podem regenerar. E tudo indica que o dela regenerou muito rápido. Depois de 1 ano e 8 meses começou apresentar os sintomas de dor novamente. Foi aí que fiquei sabendo do tratamento com células-tronco", comentou. 

 

Tratamento eficaz

O médico-veterinário Wendell Barbosa foi responsável pelo tratamento com células-tronco na cadela Nina. Segundo ele, a infiltração articular é feita exatamente dentro da articulação do quadril, na origem do problema do animal. O procedimento é mais rápido e menos invasivo. 

"As células-tronco não trabalham exatamente na regeneração articular, não vai trazer a cura. Ela diminui a inflamação do paciente. Se diminui a inflamação, consequentemente diminui a dor. A vantagem é que eu não tenho que usar medicações que possam causar efeitos colaterais, como anti-inflamatórios. Ela age por muito mais tempo e tem o mesmo efeito de medicações que tem que usar todo dia", explica.

 

Qualidade de vida 

O comportamento da Nina é outro após o tratamento com as células-tronco, garante a tutora. Nina participa do projeto Pets da Alegria que visita uma por semana casas de repouso em Ribeirão Preto e garantir seu bem-estar também é fundamental para esse trabalho social. 

"Tem o caso de uma idosa que, quando eu chegava perto, ela me mandava embora. Depois de seis meses ela chamava a Nina para brincar, passava a mão na Nina. Então, os idosos esperam isso, a gente percebe a alegria no olhar deles", conclui Patrícia Acrani.

 

Acidade on Ribeirão Preto

 

SOBRE

A VET - Medicina Veterinária Avançada é uma empresa projetada cuidadosamente para trazer o que há de mais moderno e eficaz no Diagnóstico e Tratamento Veterinário.

© Copyright 2022 - VET | Medicina Veterinária Avançada

Todos os Direitos Reservados

Atendimento por WhatsApp +55 (11) 98942-5352